2019-10-16 18:37:00 Jornal de Madeira

Guardas prisionais lamentam permanência de Van Dunem no Ministério da Justiça

O Sindicato que representa os guardas prisionais lamentou hoje a permanência de Francisca Van Dunem, considerando que nos últimos quatro anos existiu por parte da ministra da Justiça uma “falta de resposta” e “uma inércia” em resolver os problemas. “Tendo em conta a contestação de que foi alvo nos últimos quatro anos, estávamos à espera de outro nome para o Ministério da Justiça”, disse à Lusa o presidente do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional (SNCGP), Jorge Alves, a propósito da recondução de Francisca Van Dunem para o Ministério da Justiça pelo primeiro-ministro indigitado, António Costa. Jorge Alves adiantou que os últimos quatro anos de Francisca Van Dunem ficaram marcados pela “inércia desta ministra para discutir com os sindicatos e em resolver os problemas”, sustentando que não regulamentou os 10 diplomas previstos no estatuto profissional e que são fundamentais para a carreira. “Em quatro anos a ministra Francisca Van Dunem não resolveu nada”, disse o presidente do sindicato que representa a maior parte dos guarda prisionais do país, frisando que deve refletir sobre a contestação de que foi alvo o Ministério da Justiça e passe a ter “uma atitude mais franca e aberta”. Segundo Jorge Alves, os problemas abrangem não apenas os guardas prisionais, mas também as prisões, onde falta cumprir muitos dos direitos dos reclusos. O sindicalista disse também que a única vantagem na permanência da ministra é que “está já a par de todas as matérias e problemas dos guardas prisionais”, não sendo necessário um período para se inteirar da situação. Após ter realizado quatro períodos de greve desde setembro, o SNCGP tem uma nova paralisação agendada para decorrer entre 18 a 21 de outubro. Jorge Alves disse que os guardas prisionais vão depois parar com as greves e “esperar que o Governo comece a dar resposta aos problemas”. Caso contrário, o sindicato vai marcar mais greves para dezembro, como aconteceu no ano passado e levou a alguma contestação por parte dos reclusos devido ao período do Natal. O segundo executivo liderado por António Costa, que foi conhecido na terça-feira, vai integrar 19 ministros e deve ser empossado pelo Presidente da República "na próxima semana”.

Portugal sinalizou 280 casos de presumíveis vítimas de tráfico humano em 2019

Portugal sinalizou 280 casos de presumíveis vítimas de tráfico humano em 2019

2020-07-01 01:14:03 Diário de Notícias da Madeira
Apreensão de notas falsas subiu cerca de 45% em 2019

Apreensão de notas falsas subiu cerca de 45% em 2019

2020-06-30 23:58:32 Diário de Notícias da Madeira
Governo aprova voos entre países da UE, Espaço Schengen e Reino Unido

Governo aprova voos entre países da UE, Espaço Schengen e Reino Unido

2020-06-30 22:23:57 Diário de Notícias da Madeira
Fogo que deflagrou em Idanha-a-Nova corta EN 240 e passa para Espanha

Fogo que deflagrou em Idanha-a-Nova corta EN 240 e passa para Espanha

2020-06-30 21:33:54 Diário de Notícias da Madeira
Jackpot de 130 milhões no próximo sorteio do Euromilhões

Jackpot de 130 milhões no próximo sorteio do Euromilhões

2020-06-30 21:04:55 Diário de Notícias da Madeira

Pesquisa

Partilhe

Booking.com

Email Netmadeira